quinta-feira, dezembro 18, 2014

É IMPERATIVO fazer qualquer coisa


[5204]

Na educativa (!!!)  rubrica da RTP destinada a pôr o rebanho a falar segundo o chamado acordo ortográfico assisti hoje ao segundo exemplo:

- Traz o teu amigo também
- Trás o teu amigo também

Depois das perguntas da repórter pela rua sobre se traz se escrevia com «z» ou com «s» e acento, a decisão chegou, sábia, de que era com «z», porque correspondia à terceira pessoa do singular do presente do indicativo do verbo trazer.

Perante isto, é imperativo fazer qualquer coisa. Ou mesmo fazer qualquer coisa na terceira pessoa do singular do presente do indicativo do verbo fazer.

*
*

Etiquetas: , , ,

5 Comments:

At 12:40 da tarde, Blogger Paulo Abreu e Lima disse...

É imperativo, sim senhor. Só falta mesmo uma despoleta de concussão :)

 
At 7:17 da tarde, Blogger Nelson Reprezas disse...

Risada... já não dá para não rir. Ainda que uma risada triste :)

 
At 7:46 da tarde, Blogger José Ferrão disse...

É imperativo trazer alguma coisa.

 
At 12:07 da manhã, Blogger Bic Laranja disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 12:12 da manhã, Blogger Bic Laranja disse...

Não me referia a si. Os suburbaninhos ilustrados são a massa ignara que molda esta civilização pela imprensa e pelas TV, com doses bíblicas de estupidez «bem-pensante» e pseudo-evoluída.
Cuidei que o plural «mesmo os que queremos, procuramos e nos esforçamos por escapar &c.» fosse claro sobre a conta em que o tive, diferente da daqueles. O caldo civilizacional, inculto e falho de senso, que nos submerge é avassalador. Por mais que tentemos contrariá-lo (digo-o por mim) é nesse caldo que nos formamos; daí o defeito em que nos havemos, como lá dizia.
Lamento o equívoco.
Ano bom!

 

Publicar um comentário

<< Home