quinta-feira, novembro 13, 2008

O direito à indignação das criancinhas


Munições em Fafe

[2766]


Tenho desesperado por uma alocução sábia de Mário Soares a explicar aos portugueses (uma coisa que ele adora fazer, explicar-nos coisas), que os putos também têm direito à indignação, como se viu agora em Fafe. Mas Mário Soares meteu-se nas covas e tem andado calado, mais ocupado com programas na televisão e artigos meio infantilóides no DN.

Um dia alguém se lembrará de explicar (os portugueses adoram explicações) aos portugueses da importância das tiradas de Soares, indignadas, quando invectivava polícias ou fazia campanha presidencial com visões apocalíticas sobre a distinta possibilidade de não ser ele a ganhar Belém. E é bom que essas explicações venham depressa porque as criancinhas que foram esperar a ministra com ovos estão a crescer e acabam por sublimar um substrato (!!!, não acredito que escrevi isto) político revanchista, indignado, em suma, profundamente malcriado.

Talvez também alguém se lembre de incluir nessas explicações a forma como Mário Nogueira (sobre quem ainda ninguém disse ao João Miranda de que é que ele é professor…) vai conduzindo o descontentamento dos professores dos quais, alguém já disse e eu subscrevo, já toda a gente percebeu o que não querem mas ainda não se entendeu claramente o que querem.

.

Etiquetas: , ,

2 Comments:

At 10:38 da manhã, Blogger cristina disse...

Não sei quem disse, mas também subscrevo essa
«já toda a gente percebeu o que não querem mas ainda não se entendeu claramente o que querem».
É mesmo isso! Há muita coisa que está mal, mas não podemos apenas apontar as falhas, é preciso corrigi-las, apresentar alternativas.

 
At 8:07 da manhã, Blogger espumante disse...

cristina
Agora mais este episódio em Chelas... ovos e tomates!

 

Enviar um comentário

<< Home