segunda-feira, setembro 15, 2008

O conforto de uma boa notícia



[2668]

Tive deste homem a visão de um militar agarrado às patilhas e escrupuloso cumprimento do RDM. Na inexperiência da minha juventude e com a embalagem trazida pelo traquejo adquirido no serviço militar obrigatório, interrogava-me sobre a viabilidade de um país em revolução, comandado por um camuflado de patilhas, carrancudo e, aparentemente, limitado.

Hoje, notícias como esta fazem-me curvar perante um homem que não só provou a sua rectidão e honestidade como, a seu tempo, soube encostar às cordas um grupelho de aventureiros que não hesitavam em prender e matar para levar avante uma ditadura popular (???). Curvo-me ainda pela forma como Ramalho Eanes pontilhou o seu percurso de vida, estudando e valorizando o seu acervo intelectual.

Esta atitude de agora acaba, assim, por não ser uma verdadeira surpresa. Apenas um exemplo de que ainda há gente que merece o meu profundo respeito. Muitos outros teriam guardado o dinheiro, sem pestanejar ou, num arroubo de hipócrita modéstia, tê-lo-iam canalizado para os caminhos tortuosos de uma Fundação qualquer.

.

Etiquetas: ,

5 Comments:

At 1:23 da tarde, Blogger Cristina disse...

pois é....e sabes uma coisa? a única figura publica(que eu saiba) que recorreu a uma urgencia e não se fez anunciar ficando lá sentada a um canto, foi Manuela Eanes.

Estas coisas correm...


de resto, politicos e jornalistas, t.o.d.o.s, é uma corja que falam muito em nome dos outros mas NUNCA hesitam em "exigir" (quando se fazem anunciar é isso que pretendem)passar à frente de toda a gente.

 
At 2:44 da tarde, Blogger Carlota disse...

Fico satisfeita. Por saber notícias assim e por te saber confortadinho. :)
Beijinhos aconchegadores (lembras-te? quando é que teremos a nossa Sinapse de volta?)

 
At 7:17 da manhã, Blogger espumante disse...

crisitna
Independentemente da atitude de Eanes o que me levou a registar o facto foi eu ter tido sobre ele uma opinião muito pouco favorável. Julguei o homem pelas patilhas, pelo ar marialva e por aquilo que me parecia uma mentalidade militar, aquilo que se designava por "lateiro". Sobretudo porque eu próprio tinha acabado de ter cumprido 4 anos de tropa e tinha conhecido muitos espécimes afins. E Eanes, parecia-me isso mesmo. Talvez fossem as patilhas.
Parece ter-me enganado e ainda bem
:)

 
At 7:19 da manhã, Blogger espumante disse...

carlota
É... mas está divertida, com certeza. Por S. Francisco. Fico satisfeito por ela. Um dia destes ela aparece por aí a mandar beijinhos franciscanos :))))
Beijolas aconchegadas, sentidas e mimadas para ti
:)))

 
At 8:57 da manhã, Blogger Cristina disse...

é, um homem de patilhas não é de fiar. o meu pai dizia que eram os de barba, que eram todos comunistas..lol...:))

 

Enviar um comentário

<< Home