terça-feira, setembro 28, 2010

Bad english


[3913]

Há duas condições fundamentais para um português falar bem inglês:

- Que se expresse bem em português

- Que saiba pensar, apropriadamente, em inglês

Só reunidas estas duas condições se obtém aquilo que os próprios ingleses designam por «educated english». Há ainda a questão do sotaque. Esse dependerá, como é óbvio, das condições ambientais e, admitamo-lo, do engenho de cada qual.

Quando à ausência de uma destas condições fundamentais se alia um deplorável sentido de humor, o que normalmente acontece quando se pretende ter humor à força ou se está habituado ao aplauso parolo de séquitos atentos e veneradores de jornalistas e habituais acompanhantes, o resultado é o que se observa neste vídeo.

O vídeo foi tratado, como facilmente se observa, mas reflecte com fidelidade a triste figura que Sócrates fez na Universidade de Colúmbia. O vídeo não mostra, mas a reportagem, à altura, mostrava uma plateia de jovens universitários de semblante mais ou menos aparvalhado, sem saber se deveriam rir ou não. Optaram por não rir. Tenho a certeza que não foi por mal, mas sim porque este tipo de humor, na substância e no estilo, não se coaduna com este tipo de juventude. Uma juventude isenta de «nobas upurtunidades» e que sabe que tem de se afirmar e “succeed” por mérito, esforço e perseverança. Já agora, de diploma passado em dias úteis.

Nota: Não é desonra nenhuma falar mal uma língua estrangeira. Há vários casos conhecidos, sem que isso diminua o mérito de quem fala. Mário Soares era um bom exemplo, com o seu «franciú» e o seu «portinhol». Mas a dimensão, o à vontade e naturalidade com que o fazia colocavam-no a anos-luz da triste figura de Sócrates. Talvez porque de Soares se sabia não ter tirado um curso de inglês técnico à pressão.

ADENDA EM 29/09/10

Fernando Fonseca, do 31 da Sarrafada e autor do vídeo, comentou o post e chamou-me a atenção para o facto dos estudantes terem rido, à altura da graçola de Sócrates e que na peça apresentada pela SIC isso não era visível porque o plano de corte terá sido efectuado antes da intervenção do primeiro-ministro. Fica feita a correcção.

Via 31 da Sarrafada

Etiquetas: ,

8 Comments:

At 8:24 da tarde, Blogger papoila disse...

:))))))AH AH AH
NÃO SERÁ ISTO UM NÚMERO DE
STAND UP COMEDY????

"BÉD ENGLISH"= inglês de cama!!!!!

estou aos Domingos e deitadinho AH!AH!AH!

 
At 1:46 da manhã, Anonymous Fernando Fonseca disse...

Sou o autor do vídeo e posso lhe garantir que os estudantes riram.
O plano de corte utilizado pela SIC foi feito na altura em que a palestra ainda não tinha começado.

 
At 7:08 da manhã, Blogger Espumante disse...

Fernando Fonseca

Agradeço o esclarecimento e farei desde já a anotação ao texto. Aproveito para me desculpar por não ter feito referência à origem do vídeo, o que aliás eu havia feito num post anterior. Isto ficou-se a dever a puro lapso. Fá-lo-ei agora também.

 
At 7:39 da manhã, Blogger Espumante disse...

papoila

Estive para fazer o mesmo trocadilho... mas contive-me :))

 
At 5:50 da tarde, Blogger papoila disse...

Nelson,
Agora reparo que escrevi Estou aos Domingos quando queria dizer ESTUDOU..., mas como graças a Deus és de compreensão muito rápida, entendeste a graça!!!

 
At 11:46 da manhã, Blogger Eu disse...

Até porque, pelo menos em francês, o Mário Soares tinha a capacidade de conhecer as regras gramaticais. Tinha era um sotaque muito tuga...
O que mais me espanta é que nem sequer é ele que faz os seus discursos e percebe-se que o está a ler. O mais grave de tudo é que houve uma mente iluminada, que recebe uma pequena obscenidade, a produzir todo este "very bad english" (ao nível quase do que se fala por aqui). Que vergonha! Dupla!

 
At 4:30 da tarde, Blogger Espumante disse...

papoila

Confesso que estava um pouco sem perceber... que estavas aos domingos... deitadinha... não sei quê. Mas agora que explicaste está TUDO muito mais claro :)))))))

 
At 4:35 da tarde, Blogger Espumante disse...

EU

Lembraste bem... houve um tempo em que lidei muito com japoneses (um programa de auxílio a África e que tinha o nome de código de KR2, penso que pasa significar Kennedy Round nr 2, apesar de o Kennedy já ter morrido há uma série de anos...) e devo dizer-te que eu tinha de fazer verdadeiros malabarismos para perceber o inglês desse pessoal daí :))) Mas o Sócrates já não é uma questão de falar mal. Como disse, ninguém é obrigado a ser bom em línguas. Mas já somos um bocadinho obrigados a ter a noção do ridículo. Que Sócrates não tem...
beijinho

 

Enviar um comentário

<< Home