sábado, agosto 07, 2010

Nada como uma data


[3849]

Salazar pode ter tido a tentação de legar uma obra de grande envergadura. Fosse pelo que fosse, mandou erigir uma ponte que é uma verdadeira obra de arte, um exemplo de alta engenharia e de absoluta indispensabilidade na ligação entre as duas margens do Tejo. Factor não despiciendo é que a obra terá terminado seis meses antes do prazo estabelecido e sem derrapagens (onze milhões de contos, salvo erro). Para vergonha daqueles que não conseguem evitar uma derrapagem numa simples rotunda. Com o dinheiro de rodos nós, bem entendido.

A ponte Salazar mudou depois de nome, para 25 de Abril. Diz bem do nosso provincianismo que continua a não saber resistir a uma boa data para enfeitar a toponímia nacional.

A ponte, entretanto, fez quarenta e quatro anos e permanece, bela e indiferente, a servir os homens, indiferente à sua estupidez.

.

Etiquetas: ,

3 Comments:

At 1:33 da manhã, Blogger papoila disse...

A PONTE E EU FAZEMOS ANOS NO MESMO DIA, DIA IMPORTANTE ESTE...:))))

 
At 7:44 da manhã, Blogger Espumante disse...

papoila

Oh!!! A diferença é que só fazes 24, não 44 como ela. não é????
Olha uma grande beijinho de parabéns e que tenhas passado um belíssimo dia junto dos teus!

 
At 4:54 da tarde, Blogger papoila disse...

É mais ou menos isso....:)
obrigada, foi um dia optimo.
xx

 

Enviar um comentário

<< Home