segunda-feira, março 24, 2008

Sofrer dos ossos


[2407]

Milhares de portugueses submetem-se diariamente a sessões de fisioterapia. Portugal deve ser o país do mundo onde se usa mais fisioterapia, desde os pacientes que se levantam de madrugada e se deslocam muitos quilómetros para uma sessão, até àqueles que aguardam que o fisioterapeuta lhes entre em casa, armado de toalhinhas, óleos, parafinas e outros artigos milagrosos, preparados para cobrar entre €25 e €150/hora. A maior parte porque "sofre dos ossos". É uma doença vaga, claramente muita gente não sabe o que é sofrer de ossos nem isso interessa. Mas sofrer dos ossos é suficientemente abrangente para que o português se entregue ao tratamento nacional em que a fisioterapia se tornou. Pacientes interrogados sobre o porquê de andarem durante anos, repito, anos, a fazer terapia, já que a fisioterapia faz assim tão bem, são evasivos e limitam-se a afirmar que sofrem dos ossos, têm artrites, hérnias ou deram um jeito a apanhar o sabonete na banheira.

Contrariamente ao que se possa julgar, não serão só os idosos a fazer fisioterapia. Muitos são de meia-idade ou mesmo jovens. O fenómeno entranhou-se e faz parte do enquadramento dos portugueses. Há um caso recente de uma família, pai, mãe e filha, que morreram tragicamente num desastre de ambulância que os transportava para tratamentos de fisioterapia, porque sofriam dos ossos. Foi, pelo menos, a razão invocada pela comunicação social.

As razões do fenómeno serão muitas mas quem conhece bem Portugal e os portugueses não terá muita dificuldade em entendê-lo e inscrevê-lo num dos muitos sintomas da hipocondria nacional .

Como é evidente, não se discute os casos em que a fisioterapia é um poderoso e adequado meio de restabelecimento e cura de muitos doentes.

.

Etiquetas: , ,

9 Comments:

At 11:36 da manhã, Blogger 125_azul disse...

E é caso para se dizer que sofrer dos ossos mata. É hereditário e mata...
beijinhos

 
At 11:36 da manhã, Blogger 125_azul disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 12:58 da tarde, Blogger António de Almeida disse...

-Ou de acidentes de trabalho, a que já tive necessidade de recorrer, após cirurgia a uma mão, para recuperar a mobilidade de dois dedos, que poderiam ter ficado seriamente afectados, caso não a tivesse realizado. Demorei um mês, e fiquei lá a saber umas histórias curiosas, há quem se auto-mutile a trabalhar, para frequentar fisioterapia de forma quase profissional, haavia lá um sr. que tinha o "azar", de trabalhar num armazém, onde frequentemente "entalava" a mão, naqueles bidons de centenas de litros de óleo. Cada entaladela, valia um mês de fisioterapia diária pela manhã, e uma tarde de serviços mais aligeirados no armazém. Depois também existiam os hipocondriacos, que iam lá, porque algo doía, mas não faziam esforço, porque também doía.

 
At 2:21 da tarde, Anonymous Anónimo disse...

É. Eu quando cá cheguei fiquei um tanto ou quanto assustada....será que é algum "bichinho" contagioso ?? Será que é da água ?? Será que é da alimentação ?? Bem...passou-me tudo pela cabeça, mas ao fim de uns anos percebi que é...chamemos-lhe..."tradição"... e fiquei mais descansada,...em relação ao "escaleto" claro !

Jokinhas
Di

 
At 4:52 da tarde, Anonymous Anónimo disse...

Não percebes nada disto :D
Ainda tens que comer muita broa para perceberes os tugas. Porque se os percebesses nem fazias posts destes
IL

 
At 8:05 da manhã, Blogger espumante disse...

azulinha
Tens que ver o sentido figurado da coisa, que a coisa figurada muda um pouco de figura
:))
Beijinho

 
At 8:09 da manhã, Blogger espumante disse...

antónio de almeida
Entendo o que diz. Eu referia-me mais àqueles que acham mesmo que "sofrem dos ossos" e levam uma vida a "sofrer dos ossos" e levam uma vida a fazer fisioterapia porque "sofrem dos ossos" e à enorme organização de rectaguarda necessária para acudir àqueles que "sofrem dos ossos", desde ambulâmcias a taxis até áqueles que recebem os fisioterapeutas em casa. Tudo em nome da "doença dos ossos"...

 
At 8:10 da manhã, Blogger espumante disse...

Di
Quem bem de fora estranha com tanto osso a doer, não é?
:))
Beijinho

 
At 8:11 da manhã, Blogger espumante disse...

IL
Vou pasar a incluir broa de milho na minha dieta alimentar
:)

 

Enviar um comentário

<< Home