sexta-feira, agosto 05, 2016

Globalização, multiculturalismo, psicopatias, espontaneidade …e o mexilhão



[5432]

Um norueguês, natural da Somália, matou uma americana, esfaqueou outro americano e mais uns quantos israelitas, australianos e britânicos, em plena Praça Russel, junto ao Museu Britânico. Está assente que o norueguês da Somália actuou espontaneamente, apresentava sinais de perturbação mental e atacou de forma aleatória.

O assassino espontâneo era um jovem de 19 anos, pelo que se subentende que devia estar sem emprego e, sobretudo, deverá ter tido uma aculturação deficiente na Noruega, pelo que, muito provavelmente terá tentado o Reino Unido onde poderá não ter tido melhor sorte. Sentindo-se segregado, “guetizado” e incompreendido, o jovem deixou-se levar pela espontaneidade e desatou às facadas, aleatoriamente, sobre quem passava. Presume-se que a faca teria sido levada por ele aleatoriamente, espontaneamente e sem segundos sentidos.


*
*

Etiquetas: ,

1 Comments:

At 2:27 da tarde, Blogger gonçalo Calheiros disse...

Pois...

 

Enviar um comentário

<< Home