segunda-feira, maio 31, 2010

"Chapeau" à Itália


[3778]

A Itália parece ter sido o único país com suficiente bom senso para condenar vivamente a provocação que um grupo de activistas (profissão generosa e, suponho, bem paga…) resolveu levar a efeito, invadindo águas territoriais israelitas, a pretexto de levar ajuda humanitária a palestinianos, um povo que sempre mereceu mais humanitarismo dos israelitas do que das suas próprias organizações políticas, que os matam indiscriminadamente e deles fazem escudos humanos, sempre que necessário.

Israel teve ainda a hombridade de avisar que não toleraria a invasão das suas águas territoriais. Mas os activistas fartam-se de activar e activação que não meta uns cadaverezitos não é activação que se cheire. Assim, lá arranjaram uns mártires e maneira de a Europa andar entretida com mais uns quantos veementes e patéticos protestos até as coisas de diluírem.

“Chapeau” à Itália que soube manter a razoabilidade e dignidade em níveis elevados, mesmo que deplorando a morte de 19 pessoas. Como se esperaria, aliás…

.

Etiquetas: , ,

9 Comments:

At 11:20 da manhã, Anonymous Anónimo disse...

O ataque foi em águas internacionais.

 
At 11:32 da manhã, Anonymous Anónimo disse...

Justificar a morte de 19 pessoas, num barco que apenas levava 10 toneladas de alimentos, é algo digno de uma besta.

Misturar politica com ajuda necessária a um povo bloqueado, que morre à fome, num espaço sobrelotado é algo digno de uma besta.

Não é pelos fracos argumentos, nem pela falta de bom senso. Mas o seu post demonstra um caracter fraco e traumatizado. De facto morre quase sempre quem não merece...

Nem os EUA, quando barcos vindos de Cuba invadem as suas águas atiram a matar.... Têm protocolos de segurança onde apenas obrigam os navios a se encaminhar a determinados portos.

Por tudo isto... planta uma semente de pinheiro no rabo. Não espera, isso seria bom pra ti...

 
At 11:39 da manhã, Blogger Guilherme Morgado disse...

O seu artigo é simplesmente monstruoso e desumano. Demonstra ou uma falta de conhecimento indesculpável ou, pior ainda, uma cínica maldade.

 
At 1:54 da tarde, Blogger Nelson Reprezas disse...

Anónimo das 11:20

Não li em lado nenhum que tivesse sido em águas interncionais, pelo que lhe fico grato se me der a indicação onde tal possa ser lido.

 
At 1:56 da tarde, Blogger Nelson Reprezas disse...

anónimo das 11:32

Hesitei em responder à sua diatribe ou mandá-lo simplesmente à merda. Acho que ficamos assim. Mas registo o seu conhecimento, ao que parece bem substanciado, dos efeitos de lhe crescer um pinheiro no cu. Bom proveito.

 
At 2:01 da tarde, Blogger Nelson Reprezas disse...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 2:03 da tarde, Blogger Nelson Reprezas disse...

Guilherme Morgado

O seu comentário, em relação ao pateta anterior, tem a virtude e a dignidade de estar assinado. Por isso, me merece mais respeito. E, concomitantemente, lhe sugeria que lesse com mais atenção o caudal de informação isenta sobre este conflito. Talvez depois me ache menos monstruoso e desumano ou cinicamente maldoso. Às vezes, procurarmos informação adequada, ao invés da que nos impingem, tem estimáveis vantagens. E evitam juízos precipitados sobre terceiros, como parece ser este, iniludivelmente, o (seu) caso.

 
At 2:15 da tarde, Blogger Nelson Reprezas disse...

Ainda para o anónimo das 11:20

Israel Navy: “Mavi Marmara, you are approaching an area of hostilities which is under a naval blockade. The Gaza area coastal region and Gaza harbor are closed to all maritime traffic. The Israeli government supports delivery of humanitarian supplies to the civilian population in the Gaza Strip and invites you to enter the Ashdod port. Delivery of supplies in accordance with the authorities’ regulations will be through the formal land crossings and under your observation, after which you can return to your home ports on the vessels on which you have arrived.”

Response: “Negative, negative.”


Vídeo disponível aqui

 
At 2:55 da tarde, Anonymous Anónimo disse...

só o exterminio dos sionistas poderá trazer paz àquela região. = resto é conversa de entreter tolos.

 

Publicar um comentário

<< Home