terça-feira, setembro 20, 2016

Nunca dela tanto de falou



[5445]

Nunca se falou tanto de Mariana Mortágua. Acho até que se fala hoje mais dela do que quando o pai assaltava bancos, ourivesarias, transatlânticos onde morreu gente a tiro e outras malandrices do género. Eu, que sou sexista e gosto de mulheres bonitas, acho que o facto da miúda ser bonitinha, ter uma pele, aparentemente, imaculada e uma sensualidade capaz de derreter o mais sisudo, julgo que isso poderá ter ajudado. Provavelmente nem ela terá pensado vir a ser tão falada. Talvez porque pensou que as coisas são assim como ela diz. Ou como pensa, se pensa. Porque pode dar-se o caso de ela não pensar no sentido estrito da coisa. E aja em conformidade com o seu mecanismo genético e com a cartilha que o progenitor lhe terá inculcado a martelo E se assim for, há que lhe dar o desconto e, sobretudo, não lhe dar tanta trela. É que não se calam. É Mariana isto, Mariana aquilo. Repito. A miúda é um apetite mas convenhamos que depois de abrir a boca pouco ou nada se aproveita. E mesmo o pouco aproveitável deverá ser demasiadamente específico e claramente diminuído pelas asneiras que diz.


*
*

Etiquetas:

1 Comments:

At 4:41 da tarde, Blogger Luis Franco disse...

Gostos não se discutem!
Eu diria feinha!

 

Enviar um comentário

<< Home