terça-feira, julho 16, 2013

Do gosto de dizer bem


[4933]

Se há coisas fáceis neste país é tropeçar em razões de crítica. Aqui e ali, ontem, hoje e amanhã surge sempre qualquer coisa que nos irrita ou, mesmo, põe os nervos em franja. Por isso me satisfaz registar que de duas vezes que estive com baixa hospitalar nos últimos três meses (logo eu, que sou ferozmente criticado pela família por estar anos sem ir ao médico) me fica um registo bem positivo do Serviço Nacional de Saúde. Em duas intervenções cirúrgicas (uma inesperada e outra programada) fui objecto de bom tratamento, profissional e humano que me apraz registar. Acresce que há um mês recebi uma chamada do Hospital S. Francisco Xavier, na qual uma médica indagou do meu estado de saúde. Ontem, uma enfermeira do Hospital de Santa Marta também me ligou e me dedicou dez ou quinze confortáveis minutos, perguntando-me como estava, comentando a medicação, questionando, sugerindo e tudo num confortável registo pessoal.

Às vezes, sabe bem dizer bem.

Etiquetas: ,

2 Comments:

At 8:47 da manhã, Blogger Isto e aquilo disse...

Tem toda a razão! "Às vezes sabe bem dizer bem" e às vezes esquecemo-nos de o fazer. ;)

 
At 9:17 da manhã, Anonymous Anónimo disse...

Há instruções para os pacientes sujeitos a intervenções cirúrgicas serem contactados 1 mês e um ano depois da alta.

 

Enviar um comentário

<< Home