quarta-feira, julho 28, 2010

Embaraço, vergonha


[3835]

Tenho alguma dificuldade em manter a impavidez costumeira dos portugueses perante o desfecho do caso Freeport (parece que afinal não havia caso…) e a soberba de gente como o inenarrável Vítor Ramalho na SIC –N ( e outros na RTP-N) , no «pós coiso». Sobretudo quando estes últimos insistem na tecla da cabala e da campanha negra e contornam factos, incontornáveis, que polvilharam o caso, como as declarações de familiares de Sócrates em que eram evidentes uma série de manobras pouco recomendáveis, alguns vídeos mostrados pela pivô de televisão despedida por acção directa dos boys de Sócrates, factos indesmentíveis sobre como os terrenos passaram de área protegida a área a rentabilizar, pronúncia de arguidos que parece irem ser acusados, entre outras coisas, de corrupção activa ficando por saber onde mora a corrupção passiva e muitas outras coisas, onde não é despiciendo o castigo a um magistrado comprovadamente envolvido em pressão exercida sobre outros magistrados e, por isso mesmo, punido. Se mais não houvesse, bastaria este facto para perguntar para que é que se faz pressão sobre pessoas quando o caso não é caso e apenas uma campanha soez dos adversários políticos…

A magistrada Cândida também não fica bem na fotografia com as suas contínuas explicações e protagonismo e todo o rasto de suspeição que deixa sobre a protecção ao primeiro-ministro.

A pesporrência de Sócrates ontem, na TV, foi insuportável. E, repito o que tenho dito muitas vezes, embaraçoso. Este homem embaraça. É urgente que saia. Que abandone. Que alguém lhe explique que este país não é uma fachada de casa beirã. Que, apesar de tudo, lhe resta um módico de dignidade que não pode ser deixada à mercê e ao vilipêndio de um qualquer licenciado em trajo domingueiro.

E.T. Ler também o José Manuel Fernandes, o Fernando Martins (aqui e aqui), o Carlos Botelho, a Luísa Correia, o Rodrigo Moita de Deus, a Joana Carvalho Dias e o João Condeixa.

.

Etiquetas: , ,

2 Comments:

At 2:05 da tarde, Anonymous Vitor Correia de Azevedo disse...

Por muito que nos custe, teremos Sócrates para lavar e durar. Por exemplo, hoje na crónica do Director do Jornal de Negócios,pode ler-se o seguinte " “A golden share” foi uma golpada que surtiu efeito. Do ponto de vista político, capitalizou simpatia na opinião pública, para quem Sócrates é hoje herói.". Cuidado! Sócrates tem 7 vidas.
Parece-me que vamos ter Sócrates ainda durante muito tempo, pelo facto de ter "esta" opinião pública vendo Sócrates como herói (e ouvi muitas opiniões favoráveis a Sócrates em eleitores da direita),ter o Alberto João Jardim a elogiar o apoio de Sócrates à Madeira, e pelo facto de estar ilibado do caso Freeport,

 
At 8:31 da manhã, Blogger Espumante disse...

Vítor Correia de Azevedo

Bem feito para nós...

 

Enviar um comentário

<< Home