terça-feira, dezembro 29, 2009

Semântica peniana


[3554]

Foi desleixo. Designar o plural de pénis como pénis em vez de pénises é um erro... do caraças. A questão é que o pénis é uma coisa a que me habituei a considerar no singular, em acções próprias e isoladas, traduzido por miúdos, raramente vejo mais do que um pénis de cada vez, i.e., o meu. Salvo o período em que cumpri o serviço militar, quando via imensos ao mesmo tempo, mas a atmosfera não era verdadeiramente de molde a chamar pénis àquilo.

Aceito, portanto, aqui e agora, a leveza com que me referi a um plural usando a designação singular. Tudo por mor da forma elegante, discreta e sábia como a Margarida me corrigiu. Fico à espera de escrever um post qualquer sobre lápis e ver o que sai dali.

O “post peniano” foi, entretanto, corrigido. Mas, para que conste, o corrector ortográfico dá erro ao “pénises”. Já agora, o que eu não sabia é que o dito cujo leva um acento circunflexo (pênis) no Brasil, o que lhe confere um ar de indesmentível aristocracia. De chapelinho e bigode deve tornar-se uma versão erótica, satírica e claramente burlesca do Clark Gable. Um dia destes, e cá por coisas, vou ao Brasil. Por curiosidade.

Já agora, e para terminar este post verdadeiramente pornográfico, resta dizer que pénis no singular é uma palavra grave (coisa grave isto do pénis). Já no plural ele torna-se esdrúxulo, uma vez que é acentuado na antepenúltima sílaba. Que a pluralidade do pénis poderia configurar algo de esdrúxulo eu já sabia, agora que o pénis, no plural tinha antepenúltimas sílabas é que nem desconfiava...


NOTA: PRIMEIRA FORMA. Afinal este post está todo errado. Uma consulta mais elaborada esclareceu-me que o plural de pénis é pénis e não "pénises". O link que uso para pénises leva a uma definição do inglês, mas traduzido em português. Daí sermos induzidos em erro. Já fui buscar dois lápises para tomar nota do erro em que incorri. Estive para apagar o post, mas depois desta trabalheira, com links e tudo, achei por bem deixar ficar. Apesar de desmerecer da opinião da setôra que melhor português fala em Ermezinde. Sobretudo porque achei piada à ideia do Clark Gable ser parecido com um pênis de bigode...
.

Etiquetas: ,

10 Comments:

At 2:10 da tarde, Blogger Paulo Abreu e Lima disse...

Ainda bem que o post traz uma nota. Caso contrário, já não me perguntaria se o meu téni esquerdo é igual ao direito e se é assim em todos os ténises que calço, ou apenas neste par de ténis.

 
At 2:34 da tarde, Anonymous IL disse...

Já uma vez vi em Paris um desenho de um pénis de bigode e de óculos à John Lennon. Acreditas que me fartei de olhar para 'aquilo' até perceber o que era?
:D

 
At 2:43 da tarde, Blogger MargaridaCF disse...

fantástico post!!!!!!!!!!! é daqueles que nos fazem rir durante o resto do dia. parabéns pelo sentido de oportunidade que é, aliás, habitual.

 
At 7:48 da tarde, Blogger Dulce Braga disse...

Como já lhe disse... há quem venha ao Brasil por razões mais prosaicas e acabo de ver que o assunto dará pano para mangas...o ténis do Paulo A Lima no Brasil também é tênis. Clark não usáva tênis...será?!?!?

 
At 3:26 da manhã, Blogger Li de Queiroz disse...

Parabénseses, afinal descobriste (e nem precisaste de lápises, nem sequer de gizises) os busílizes concernentes à semântica dos pénises (ainda que tenhas olvidado os clitórises - imperdoável falta!).
Agora, só te resta calçar os ténises, pôr-te a correr pelos carriseses e malhar de fácieses nos caises de Pariseses.

E deixo-te entre parentesises:
(tens umas praxises muito subtizes, a fugir para as hubrises!Acho que assim nem a Némesises!).

Adeuseses.

Veijos

 
At 8:23 da manhã, Blogger Espumante disse...

Paulo

Não vem nada a propósito, mas aquee contio da Prima é uma gema...
Que pena ela ter parado de escrever. Pelpo menos por aqui.
Um grande abraço

 
At 8:27 da manhã, Blogger Espumante disse...

IL

Com a tua proverbial distracção, eu admiro-me é teres acabado de reparar que "aquilo" era "aquilo". Tens a certeza que "aquilo" era mesmo "aquilo"? Não seria uma cenoura albina com a rama atacada de Botrytis cinerea?????
:)

 
At 8:29 da manhã, Blogger Espumante disse...

Margaridacf

A Margarida é enfática, simpática e eu fico estático e ainda me torno antipático de vaidade :)))))

 
At 8:33 da manhã, Blogger Espumante disse...

Dulce Braga

Sobre o Clark... estou a andar para a ifade(!!!!) mas não tanto que me permita lembrar-me do criaturo :))
Quanto às prosaicas razões que poderão levar um cidadão ao Brasil, um pano para carregar as mangas poderá ser uma estimável razão. Se ainda houver lichias, então, é dois em um! E tenho a certeza que o Paulo, que é um bom amigo, me empresta os tênis :))))

 
At 8:39 da manhã, Blogger Espumante disse...

Li de Queroz
A tua capacidade em pores a funcionar o cortex é simplesmente admirável (gostastes desta?)

Eu gostava mesmo era de ver o Sibila em andamento. Mesmo de ténises, podias muito bem fazê-lo voltar aos carrises. Assim, é um desperdício! :)))
Veijos bromelhos que hoje estou de camisa a dar com a cor :)

 

Enviar um comentário

<< Home