quinta-feira, maio 20, 2010

Quem havia de dizer?


[3763]

E quando eu pensava que vivia num país bacteriologicamente puro, isento de paranóias e outras patologias mais próprias de povos bárbaros, como os americanos que passam a vida aos tiros e podem comprar armas num supermercado, descubro que por cá existem 1.200.000 armas. Ilegais, porque se contarmos com as legais a coisa fia ainda mais fino.

O que nos vale é sermos um povo impoluto e impermeável aos maus costumes dos imperialistas. Logo à tardinha as televisões apresentarão, estou certo, a abalizada opinião de meia dúzia de sociólogos, politólogos, psicólogos e comentaristas encartados e militantes. E, com jeitinho, a Fátima C. F. ainda faz um Prós e Prós sobre o assunto. Sem coldres nem faca na liga, espera-se.
.

Etiquetas:

2 Comments:

At 8:55 da tarde, Blogger estouparaaquivirada disse...

É oportuno saber quantas balas é que HÁ!!! :)

 
At 7:56 da manhã, Blogger Nelson Reprezas disse...

papoila

Passou-se-lhes ... :)

 

Publicar um comentário

<< Home