segunda-feira, setembro 15, 2014

Respirar melhor


[5172]

O Partido Socialista continua a alimentar o rol de condenações de antigos ministros (antiguidade recente) por coisas que indubitavelmente constituem uma conduta indecente. Ah! Mas o PSD também teve o Isaltino e o Dias Loureiro ainda aí anda à solta, será a reacção do socialista típico que se preza. 

Sabe-se da cumplicidade congénita dos socialistas, basta lembrar a recepção a Paulo Pedroso na Assembleia, as manobras e conluios de vários elementos da Justiça Portuguesa a propósito da cobertura a José Sócrates e da lógica muito própria que os enforma (tipo Alegre ficar furioso com a absolvição de um oficial do exército que o acusou de traição, ao mesmo tempo que ele, Alegre, chamava nazi já ao deputado europeu Rangel).

O que verdadeiramente me choca é a profusão de casos como o de Maria de Lurdes Rodrigues (aquela imponente criatura que transpirava seriedade e sentido de Estado) e a miríade de casos como este que andam e andaram por aí no consulado de Sócrates. Para não falar na maior demonstração de proselitismo que me foi dado conhecer ao longo do governo do filósofo de Paris, consubstanciado no conteúdo e na forma de jornais, televisões, blogues e afins.

Fica a sensação reconfortante que temos tido um governo isento deste tipo de malfeitorias. Terá as suas trapalhadas, incompetências, dificuldades de coligação mas, apareça quem diga que este tipo de venalidade em que o anterior governo se movimentava existe agora. Ah! E o Relvas? Perguntarão a Clara Ferreira Alves e o Pedro Marques Lopes, este último num dos seus habituais «desváiros» do «Eixo do Mal». Pois… parece que tirou um curso à pressa. Mas nem Domingo era.

Tenho de admitir que agora se respira melhor. Talvez por pouco tempo, eu sei… mas é a vida, como dizia Guterres, agora preparado para mais umas sessões de Vangelis pelas estradas portuguesas e umas tiradas em que nos manda a nós fazer as contas!


*
*

.

Etiquetas: ,

1 Comments:

At 10:11 da manhã, Anonymous Anónimo disse...

E sobre a ministra do trabalho e este caso!!!
A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol III
No caso da farsa do despedimento coletivo do Casino Estoril,passam já quatro anos sem fim à vista por atraso da justiça a maior parte das pessoas estão na miséria e vão inevitavelmente por falta de ordem económica entrar em pobreza profunda este é o maior espectáculo de drama deste Casino Estoril.

http://revelaraverdadesemcensura.blogspot.pt/

 

Publicar um comentário

<< Home