segunda-feira, outubro 20, 2008

Biologias...


[2126]

Li algures no Expresso, mas confesso que não me lembro em que rubrica, que se designa impropriamente por agricultura biológica aquela que nos proporciona alimentos vegetais isentos de produtos de síntese. É claro, assim, que se chegarmos um bocadinho de sulfato de amónio a uma batateira, a batata não deixa de ser biológica. É evidente que a pessoa que escreveu aquilo tem toda a razão porque a batata é sempre biológica por muitos remédios e/ou nutrientes que lhe cheguemos.

Na mesma linha de raciocínio, imagino que sempre que algum representante da Quercus tomar uma aspirina deixa imediatamente de ser biológico e passará à condição de um ser desprezível que recorreu aos produtos de síntese. Mais grave, se em vez do genérico ácido acetilsalicílico a aspirina for da Bayer, que é um produto defendido, creio mesmo que essa pessoa passará de desprezível a pouco recomendável. Há que seguir o main stream, que é como se diz agora.

.

Etiquetas:

2 Comments:

At 8:19 da manhã, Blogger JoãoG disse...

Bolas, mas o amigo estava a pensar "consumir" algum gajo biológico da Quercus...? :P

 
At 6:57 da manhã, Blogger espumante disse...

joãog
Só consumo gente normalzinha, daquela que tem dores de cabeça, toma aspirinas, etc
:)

 

Enviar um comentário

<< Home