segunda-feira, setembro 22, 2008

Fall, again


[2680]

Quem me conhece sabe como gosto do Outono. Ele está aí de novo, como um mosaico das cores que nasceram na Primavera e se foram esbatendo no Verão. Por encanto, todas elas revivem e se exaltam, como se pressentissem que vão morrer para dar lugar ao cinzento único do Inverno anunciado.

Pode ser que essa seja uma das razões por que gosto do Outono. Pode ser o mosaico das cores, pode ser o turbilhão dos cheiros enovelados pelas folhas que vão caindo e restolhando pelas ruas ao sabor dos primeiros ventos frios que começam a soprar. Pode ser, mas também sei que o Outono é o epílogo de uma novela que todos os anos se renova e, frequentemente, se vai sem saudades que permaneçam.

Para além de tudo isto, porém, o Outono é uma estação fabulosa de encanto e beleza. Pela cor, pelo odor e pelo pureza do ar fino e frio que respiramos. E recorda-nos ainda que vivemos numa região do globo onde ainda há quatro estações bem demarcadas. Nem todos podem dizer o mesmo…

.

Etiquetas:

4 Comments:

At 9:38 da manhã, Anonymous Anónimo disse...

Outono, para mim, é tudo isso aqui descrito e também a recordação, já um pouco difusa, de que chegara o tempo de vestir as minhas bonecas com uma roupinha mais aconchegante (seria o tal casaquinho?) e de pôr uma mantinha na cama delas.
Ontem, vi na TV, que já se vendiam castanhas assadas "às portas" duma praia cheia de banhistas deliciados com a temperatura da água do mar. Esta poderá vir a ser a imagem guardada por aqueles miudos que, pela sua idade, ainda lhes basta a areia da praia em vez de cadernos.
Um feliz Outono.
Gota

 
At 10:42 da manhã, Blogger Lurdes disse...

Visto assim, por essa imagem e por esse texto, o Outono consegue ser maravilhoso...

Beijinhos

 
At 7:05 da manhã, Blogger espumante disse...

gota
É um Outono morno, mas deve ser para compensar o Verão que foi fresco :)
beijinho

 
At 7:06 da manhã, Blogger espumante disse...

Lurdes
para mim o Outono é sempre lindo, seja sob que ângulo for
Beijinho :)

 

Enviar um comentário

<< Home