domingo, dezembro 26, 2004

Saudades do Boxing Day

O JPT no seu Maschamba deu-nos conta da sua ida de férias para Cape Town. Nota aliás ilustrada com uma belíssima foto da cidade protegida pela Serra da Mesa.

Por isso é dele a culpa de eu me recordar de três Natais que lá passei (era para ser um mas gostei tanto que lá passei os outros dois seguintes), no menos africano de todos os Natais que vivi abaixo do Equador.



Vista aérea de Cape Town-Sul, vendo-se em primeiro plano a zona das docas, hoje totalmente adequada a centro comercial e onde as focas se passeiam livremente pelas águas gélidas do porto



Cape Point, residência oficial do Adamastor, onde se desfruta uma das mais belas e bem conservadas reservas naturais do mundo e onde os babuínos costumam sentar-se junto do monumento a Bartolomeu Dias, a comer frutos silvestres



Stellenbosch wine route, Visita obrigatória, prova obrigatória das melhores castas francesas e remate na fábrica de queijos de Stellenbosch e na Universidade. Correcção: é melhor começar pela Universidade e ir às vinhas depois...



Universidade de Cape Town. Uma das mas prestigiadas da República. Todo o conjunto faz parte das instalações da UCT, na vertente norte da Table Mountain



Ahhh... as praias.... brrrrrrrr


Ainda só foi há 10 anos e que saudade...

6 Comments:

At 11:30 da tarde, Blogger Madalena disse...

Este é um dos meus destinos de sonho antes de...
Mas não vi as fotos. Não abrem. Que pena!
Espero vê-las quando cá voltar mais logo!

 
At 11:40 da tarde, Blogger Nelson Reprezas disse...

Nadalena
Foi erro meu... tinha resmas de aspas e http's :)))) acho que já abrem agora.

 
At 2:02 da manhã, Blogger Madalena disse...

Estou mais contente. Obrigada pelas imagens. Fico ainda com mais vontade de visitar o Cabo,a residência oficial do Adamastor, como tu dizes bem´.
A Natureza envolvente é de facto esmagadoramente bela e respitável. Como foram corajosos os marinheiros quinhentistas!
Um beijinho.

 
At 2:56 da tarde, Blogger Nelson Reprezas disse...

Não tens que agradecer, Madalena. Babo-me quando falo no Cabo. Aliás, o post está curtíssimo, não sou cronista nem jornalista. Falta falar de Gordon's Bay, Strand, Hermanus, de Hout bay, daquela extraordinária Garden Route de cerca de 2000 km ao longo da costa de CT a Durban por Cape Agulhas, Knysna, Transkey, Wild Coast, dos restaurantes continentais no centro da cidade, das sofisticadas lojas de marca nas docas,do teleférico para o topo da Table Mountain, do Lion's Head, de Robben Island, das roseiras entre as linhas de vinhedo (as rosas têm uma acção específica pois detectam o míldio antes das videiras, mas o aspecto é magnífico, da outra universidade, a de Stellenbosch, das casas tipo holandês rigorosamente conservadas, dos voortrekers, da vegetação de coníferas a dizerem que ali já não é tropical, da travessia do Karoo, de Ceres Valley (esse mesmo, o tal dos sumos Ceres...), de Beaufort West a anunciar o maciço rochoso final até ao Cabo (no inverno, cheio de neve...). Um mundo, Madalena, não percas. :)))

 
At 11:33 da tarde, Blogger Madalena disse...

Obrigada, Espumante, pela volta. Se chegar a concretizar esse desejo, contactar-te-ei à séria. Primeiro preciso vencer a fobia das distâncias e outros medos... Então tu não vês que eu sou mesmo uma medricas?!!!!
Um grupo de amigos nossos planeia uma viagem muito grande... Dizem que me levam nem que seja anestesiada.
Já tenho uma recusa histórica no meu CV.
Mas todos sabem que há dois lados do mundo que eu queria mesmo ver: um deles é o Cabo e outro é a Noruega.
O meu filho mais novo andou num navio a trabalhar e esteve quatro meses a fazer fiordes e mais gelo ainda.
As fotos e o que ele contava, fez-me nascer o desejo. O Cabo já é um desejo antigo.
Beijinhos

 
At 3:29 da manhã, Blogger Unknown disse...

Very nice blog, please come visit my
pearl and designer jewelry site. Whether you are looking for black pearls or other beautiful jewelry items, you can find them here.

 

Publicar um comentário

<< Home